quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Entre aspas: Fernando Pessoa

"Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida

E outra que é pensada,

E a única vida que temos

É essa que é dividida

Entre a verdadeira e a errada".





P.S.: se tivesse feito essa leitura ontem, teria polpado o blog da última postagem...

Som da Vez: Adele - Chasing Pavements

3 comentários:

Lipe Arêdes disse...

o melhor da vida é poder e ter tantas possibilidades. O imaginário alimenta o real, e vice-versa. Deixe esses mundos se compartilharem e aí, sim!, ao invés de certa frustração, uma satisfação tomará conta do seu peito. E divida, como nosso Mestre disse nesse post, divida todas as suas alegrias, todas as suas tristezas e, sempre, sempre divida os seus textos tão bons de se ler, mesmo que seja entre você e... e você mesma!, e a sua gaveta, mas divida.

;D

Um beijo, Lu. Saudades de você!

Angelo Machado disse...

É essa que é DIVIDIDA..

Luana Motti disse...

Gu, querido.
Acertou-me em cheio com essas palavas!
Obrigada, de coração.